Terça-feira, 16 de agosto de 2022
informe o texto

Notícias Política

Coronel avalia: 'Não há tempo para oposição viabilizar candidatura contra Mauro Mendes'

Ponto da Notícia MT

01/07/2022 - 13:45

Coronel avalia: 'Não há tempo para oposição viabilizar candidatura contra Mauro Mendes'

Foto: Secom-MT

Não há tempo hábil para a oposição viabilizar uma candidatura competitiva contra uma eventual candidatura à reeleição de Mauro Mendes (União). Essa é a análise do coronel Jonildo Assis (União), ex-comandante geral da Polícia Militar de Mato Grosso, um dos “selecionados” pela sigla do chefe do Executivo estadual para disputar as eleições levando consigo a bandeira da boa gestão da máquina pública.

“Não acredito em outra via. Nem tem tempo hábil. Faltam menos de 100 dias para o pleito eleitoral. Para se viabilizar para a majoritária, em um estado da envergadura que é Mato Grosso, é muito difícil de acontecer”, afirma Assis em entrevista ao Leiagora. O militar acredita que serão apresentados outros candidatos ao governo, mas faltará competitividade a eles.

A dificuldade da oposição em encontrar um nome competitivo para fazer oposição a Mauro Mendes e agora estar com pouco tempo para isso é decorrente da boa gestão feita pelo governador, avalia o coronel. O próprio Assis participou dessa administração, tendo sido comandante geral da PM de janeiro de 2019 até abril de 2022, quando se descompatibilizou do cargo para trabalhar como pré-candidato a deputado federal.

“Não digo ganhar de WO, mas hoje o Mauro Mendes é a melhor opção para o estado de Mato Grosso. Sou testemunha disso. Fui gestor de um órgão de 187 anos de existência, presente nos 141 municípios e eu sei o que assumi lá no começo da gestão: salários parcelados, 13º atrasados, viatura sendo recolhida por falta de pagamento, postos não querendo abastecer para polícia militar, cinco anos sem comprar uniforme, munições químicas e menos que letais em restos, armamento bélico com muito, muito tempo de uso”, pontua Assis.

Selecionado

Coronel Assis é um dos dois escolhidos da  atual gestão do Governo do Estado e é pré-candidato a deputado federal. Além dele, somente Aecio Rodrigues, ex-chefe do Escritório de Representação em Brasília, foi confirmado pelo União Brasil, partido do governador, como candidato a deputado federal.

Além do destaque na gestão da Polícia Militar, Assis ganhou notoriedade nas redes sociais ao comentar assuntos ligados à segurança pública e individual, como defensor de mudanças na legislação criminal e o direito do cidadão civil a ter porte de arma.






Fonte:Leia Agora
 
Sitevip Internet